A+ R A-

Nota de repúdio ao terror

 

Terror Franca ESPORTESNET 2015 1 ataque-franca-cortadas-size-598

 

     O ano de 2015 começa com a notícia de mais um ato de terror...desta vez contra uma revista, a francesa Charlie Hebdo, que acabou por ceifar a vida de cartunistas e profissionais...entre eles: os cartunistas Charlie Hebdo Charb (Stéphane Charbonnier), Cabu (Jean Cabut), Wolinski (Georges Wolinski), e Tignous (Bernard Verlhac) e o repórter Bernard Maris --, outros cinco funcionários da revista e dois policiais que faziam a segurança do editor Stephane Charbonnier, que estava sob proteção policial.

     O ESPORTESNET assim como a imprensa mundial não pode aceitar e compactuar com um ato que fere a democracia, o direito a liberdade de expressão e a vida. Não podemos admitir que pura e simplesmente a questão de cunho religioso, pois como foi divulgado, depois do ataque, dois atiradores foram filmados gritando “Alá é grande” e “Nós vingamos o profeta”. A chargista Corinne Rey, que assina como Coco, presenciou o ataque e afirmou ao jornal francêsL'Humanité que os terroristas "reivindicaram ser da Al Qaeda". Isto não pode ser atribuido aos religiosos, pois o Islã e nenhuma religião prega a violência, isto é um ato terrorista que somados as centenas de outros atos nos últimos anos mostra a escalada do terror, do banditismo. No Brasil também jornalistas são vítimas de tal terror, como no caso de Tim Lopes. A liberdade de expressão não pode ser calada assim...isto tem que ter um basta...o mundo pertence aos bons e o mal deve sucumbir a justiça, a liberdade e aos valores familiares.

     Nós do ESPORTESNET sempre tivemos nossa luta particular pelo fim da guerra sangrenta dentro dos estádios, onde facções criminosas que como terroristas tem financiamento e provimento de armamentos, lutam e matam os outros apoiados na sua "paixão futebolistica" por "A" ou "B". Aqueles que lutam pela democracia e pela decência não podem se calar...ou veremos esta escalada do terror nos refugiar dentro de nossas casas e nossas mentes e tal situação não pode ser mais aceita por aqueles que lutaram pela nossa liberdade e estamos deixando ela escapar...

     Charlie era um sonhador, que através de seus traços, assim como a maioria dos cartunistas, com um lápis lutava contra a hipocresia, segregação, violência, intolerância e mazelas sociais do mundo. Hoje o jornalismo esportivo vive seu "day after", pois o dia 07 de Janeiro de 2015 fica marcado como o "11 de Setembro" do jornalismo, infelizmente será a data do simbolismo do reafirmamento da importância da luta pela informação e pelo direito democrático do acesso a informação e a liberdade de expressão.

      Que os culpados sejam punidos, que a sociedade continue a lutar, pois temos certeza de uma coisa: a violência, a intolerância, o racismo não irão vencer a fé, a paz e alegria. Como reza há 15 anos em nosso lema somos o portal democrático do esporte e sempre iremos primar pelo respeito a opinião e dizer não a intolerância, violência e crimes contra a liberdade de expressão.

 

Terror Franca ESPORTESNET 2015 2

Profº Fernando Alves Firmino - Mtb: 71668/SP

Editor chefe do ESPORTESNET

     

Nota: as opiniões aqui pronunciadas não expressam necessariamente os pensamentos de nossos colaboradores e parceiros.